Que Tipo de Fonte usar nos Materiais Impressos

Todos sabemos que os materiais impressos são um grande aliado na estratégia de comunicação dos profissionais e das empresas. O segredo para conseguir se destacar dos concorrentes está nos pequenos detalhes. Assim, o tipo de letra de materiais impressos, como Cartaz e Cartão de Visita, não deve ser escolhido ao acaso.

 

Se está pensando em apostar em impressos, mas não sabe que tipo de fonte deve escolher, não se preocupe, preparamos um guia com dicas interessantes, para que consiga chamar a atenção dos seus potenciais clientes de forma criativa e inovadora!

 

No processo de escolha do tipo de letra para utilizar, deve levar em consideração, primeiramente, o material que pretende imprimir e as dimensões do mesmo. Isto é, escolher o tipo de fonte para um Calendário de Bolso – que é um material de pequena dimensão – é diferente de escolher o tipo de letra para um Mobiliário Urbano – que é um material impresso de grande formato. Outro fator importante, e que fará com que se destaque dos seus concorrentes, é saber combinar diferentes tipos de letra num mesmo material. Neste caso, é importante saber a combinação certa entre tipos de letra mais tradicionais e tipos de letra mais sofisticados.

 

 

 

Para que tenha toda a informação que necessita na hora de escolher o tipo de letra ideal para o seu negócio, destacamos as principais fontes e descrevemos as suas características:

 

  • Fontes Lapidárias

Estas fontes não possuem serifa e são uniformes, o que as torna as mais legíveis de todas as fontes. Por isso, são bastante utilizadas no meio publicitário. Estas fontes são mais recomendadas para frases curtas e, por isso, são ideais para materiais impressos como os Panfletos e Roll-ups, entre outros. Um dos tipos de letra mais conhecidos dessa família é a Helvetica.

 

  • Fontes Egípcias

As fontes egípcias possuem serifas retangulares grossas. Não são indicadas para textos longos, pois o seu formato torna a experiência de leitura mais cansativa. Atribui ao texto mais energia, por isso é ideal para ser usada em títulos e subtítulos. Como exemplos deste tipo de letra, temos a Egyptienne e o Rockwell.

 

  • Fontes Romanas Antigas

Estas fontes apresentam uma curiosidade: são inspiradas na forma como os romanos escreviam nas pedras. Este tipo de letra apresenta um design simples, mas ao mesmo tempo sofisticado. Esta característica faz com que a experiência de leitura seja mais leve, por isso as Fontes Romanas Antigas são ideais para textos mais longos. Nesta família encontra-se o famoso tipo de letra Times New Roman.

 

  • Fontes Romanas Modernas

As fontes romanas modernas caracterizam-se por ter a haste das letras e as serifas bastante finas, o que passa a imagem de ser um tipo de letra frágil. Não são as mais apropriadas para os materiais impressos, uma vez que o produto impresso pode ficar ilegível ou com problemas de impressão.

 

  • Fontes Cursivas

São letras que parecem ser escritas à mão, sendo que não seguem nenhuma regra específica – as suas hastes e serifas são livres. Estas são as fontes com menor legibilidade. Ainda assim, têm um toque de personalização e são, por isso, muito utilizadas em produtos impressos como os Convites. Exemplos de tipos de letra dessa família são as sofisticadas Kauffman e Mistral.

 

 

Dicas Importantes para garantir o sucesso da comunicação:

  • Legibilidade do texto

É muito importante proporcionar uma boa experiência de leitura. Não quer que o seu público tenha que fazer esforço para conseguir entender sua mensagem, não é?

  • Dimensão do texto

Não faça textos muito compridos, pois as pessoas têm tendência em ler os impressos na diagonal. Use isso a seu favor! Escreva textos curtos, de forma a não diminuir o ritmo de leitura. Para facilitar, inclua linhas compostas por 50 a 100 caracteres e, sempre que possível, adicione tópicos para facilitar ainda mais a leitura.

  • Tamanho da fonte

Utilize um tamanho de letra maior para as informações mais importantes ou para as frases a que pretende dar maior destaque. Nas linhas de textos mais longas, utilize um tamanho inferior, de forma a não ocupar muito espaço.

  • Área de atuação e imagem da marca

Lembre-se que os materiais impressos devem transmitir a personalidade da sua marca, portanto, na escolha do tipo de letra, leve em consideração o tipo de negócio no qual trabalha. Se for uma área mais tradicional, como a Advocacia ou Mercado Imobiliário, a fonte deve ser formal, para passar credibilidade e confiança. Se a sua marca tem uma imagem mais leve e descontraída, pode optar por fontes mais ousadas e diferentes. Por outro lado, se o seu público-alvo forem as crianças, pode até apostar em fontes mais divertidas e joviais.

Ao encomendar o seu material impresso no site da 360imprimir, se optar por um dos modelos que temos disponível na nossa galeria de designs, poderá experimentar diferentes combinações de fontes. Faça o teste e veja qual é a melhor combinação para o seu negócio!

O que achou das nossas dicas? Tem alguma combinação de tipos de letra que considera perfeita para a sua área de negócio? Dê a sua opinião nos comentários!

 

Se você curtiu esse post, leia também:

O que é Papel Timbrado?

 

Este Post foi útil? Sim Não
Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta